Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

CONVERSA COM VERSOS - O GATO E O RATO

 

 

                                                 O ratinho, do buraco 

                                 vê o gato à sua espreita.
 
                                 - Senhor Rato, caro amigo!
                                 Mia o bichano manhoso.
                                 Venha daí à despensa
                                 comer um pouco de queijo.
                                 Sabe, já tenho saudades
                                 há muito que não o vejo!
 
                                 O rato, no buraquinho
                                 deita o focinho de fora:
 
                                 - Para mim é um prazer
                                 acompanhá-lo em passeio!
                                 Diz ele como resposta.
                                 Mas a sua gentileza
                                 merece, senhor Tareco
                                 que lhe faça uma proposta.
 
                                 Logo o gato estende as patas
                                 de veludo, sorrateiro.
 
                                 - Antes de irmos à despensa
                                 comer o queijo da serra
                                 entre aqui no meu buraco
                                 e sente-se à minha mesa!
 
                                 E remata, zombeteiro:
 
                                 - O meu amigo não sabe
                                 mas nunca aceito um convite
                                 sem que eu o faça primeiro!
 
                                 Rodou o gato nas patas
                                 de volta para a cozinha
                                 e o rato, mais descansado
                                 foi dar a sua voltinha.
               
 
Soledade Martinho Costa
 
                                   
Do livro «A Festa na Capoeira»
Ed. Vela Branca
 
publicado por sarrabal às 17:12
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Manuel Pacheco a 21 de Janeiro de 2010 às 01:32
Recordar é viver

“A Se Rosa Pacheca”

Sempre com a sua tendazita (Chapéu de sol ou chuva) a vender os seus tremoços. A mocidade de hoje não tem conhecimento destas figuras populares, que para sobreviverem, compravam os tremoços crus, punham-nos nos ribeiros a demolhar dentro de sacos de serapilheira e depois coziam-nos.
No intervalo das aulas, íamos à Jóia – é um ribeiro, dizem que é a nascente do rio Ferreira – e ali rasgávamos os sacos para roubar alguns. Não tinham paladar era preciso pôr-lhe sal, mesmo assim comíamo-los. Coisas de crianças e de quem não tinha dinheiro para os comprar. Quando tínhamos um tostão a nossa primeira acção era ir comprar os deliciosos tremoços.
Tempos de miséria. Ainda me lembro de se fazer caminhadas até ao Coração de Jesus – era um lugar que tinha a imagem em pedra do Coração de Jesus e por isso ficou com esse nome. As catequistas organizavam um passeio a pé a esse local – era um pouco longe - e davam-nos de lanche tremoços, azeitonas e broa. Tanto na ida como na vinda, lá íamos a cantar: Ao coração de Jesus / Eu p’ró ano cá hei-de vir / Ou casado (a) ou solteiro (a) / ou criado (a) de servir.
Hoje quando se vai ao super mecardo, compra-se às sacas. E não temos as nossas queridas tremoceiras para os comprar ou roubar.
V
iva a Se Rosa Pacheca
junto da sua tendinha,
à porta do Venturinha,
minha memória não seca.

Foram milhares, os moços
das escolas da Avenida,
que à Jóia numa fugida
lhe foram roubar tremoços.

Hoje, esta santa mulher,
tenha-a Deus onde quiser
que eu na pobre mente minha

hei-de vê-la a vida inteira,
como Rosa tremoceira
à porta de Venturinha.

Os versos são autoria de: Rodela



De sarrabal a 21 de Janeiro de 2010 às 20:43
Manuel Pacheco, leu a minha resposta ao seu «comentário» feito ao meu post anterior? Vá por mim: crie o seu próprio blog, só fica a ganhar, acredite. Poderá publicar tudo o que desejar em vez de utilizar, como vem fazendo, as caixas destinadas apenas aos comentários. Mas gostei de conhecer a Sra. Rosa Pacheca e de ler os versos do seu amigo Rodela!

Abraço aos dois

Soledade Martinho Costa


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. 8 DE DEZEMBRO - NOSSA SEN...

. MEDITERRÂNICA

. SAUDADE

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO