Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

DO LADO DE CÁ - ROMEIROS

                    

São Lázaro e suas irmãs Marta e Maria Madalena, Capela de São Lázaro, Santilhão, Bragança.                   
 
 
Terminada a grande celebração litúrgica, o povo dá então largas ao seu contentamento, ao seu entusiasmo, à esperança de que as suas preces tenham sido ouvidas. Porque as consciências repousam agora na paz das penitências cumpridas.
 
Esquecem-se os joelhos sangrados e o peso dos círios. Os risos trepam aos olhos onde a comoção, pouco antes, tinha feito poiso. As almas soltam-se. As conversas são outras. Só é preciso ter fé, e essa tem-na o povo.
 
Por isso faz as suas procissões. Recama, por sua mão, com pétalas de flores, os caminhos que pisam os seus santos. Faz e cumpre promessas. Invoca Cristo.
 
Mas sem alegria a devoção não é perfeita. Daí, a necessidade do deslumbramento feérico das luzes a iluminar cansaços de imensa escuridão. Do aconchego das vozes nos ouvidos que poucas falas escutam. Da presença de quem não se conhece e se aceita por companhia e por amigo. Da blusa nova conquistada ao mealheiro. Dos aromas, peregrinos de paisagens, nomes e distâncias. Do pão, a lembrar das mãos os gestos que percorrem as searas. Dos foguetes, sem asas para tocar os céus. Dos abraços, da música, da magia, a envolverem o corpo e o espírito num tule de segredos que ninguém descobre.
 
No mar de gente, como se fora tão-só o mesmo corpo, um único desejo. Quase ingénuo, por tão simples. E tão pouco exigente por tão puro: ver, ouvir, participar – estar presente.
 
Faz-se a reconciliação com o dia-a-dia. Com as horas que o tempo esgota sem compromisso de regresso. Tréguas tão breves, essas. Contudo, as que são permitidas e possíveis. O mundo não é assim. Muito menos a vida.
 
Para esquecer rotinas que obrigam ao retorno, há que viver a festa. Respirá-la. Bebê-la. Como se fora um campo de lilases. Uma fonte que socorre a nossa sede. Ainda que a ilusão dure tão pouco. Que a evasão seja tão breve. Irremediavelmente, por um ou poucos dias.
 
Soledade Martinho Costa
 
 
publicado por sarrabal às 02:52
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De garatujando a 28 de Agosto de 2009 às 05:35
Primeiro deixe-me saudar. com satisfação, o regresso dos seus sempre apreciados escritos, depois do interregno que dedicou à comemoração do 2º Aniversário do SARRABAL.. Que muito e muitos outros aniversários possamos ainda comemorar em conjunto (a SOLEDADE e os seus fieis leitores entre os quais, gostosamente, me incluo)

Aqui a temos já, a deliciar-nos com um tema que é tanto da sua preferência: as Festas e as Romarias Portuguesas!
Fá-lo com aquele seu jeito a que nos habituou, característico de quem conhece bem "as águas por onde navega" : num pequeno e bem elaborado texto, retrata com exactidão o nosso povo na expressão da sua religiosidade, onde o divino e o profano se confundem numa simbiose tão própria da nossa gente.
Nunca são demais os parabéns que apetece dar-lhe pelos escritos com que nos brinda.

O abraço amigo do
Carlos Ferreira



De sarrabal a 3 de Setembro de 2009 às 20:59
Pois é, Carlos, cá estou de novo com os meus posts.
Agora, como poderei agradecer o seu gosto em lê-los? Difícil...

«Do lado de cá» da romaria, é assim que vejo os romeiros. Principalmente, os naturais e vizinhos dessas aldeias portuguesas, onde se aguarda, com a maior expectativa, devoção e entusiasmo a festa anual em louvor do santa padroeiro.

Abraço amigo!

Sol


De Daniel a 29 de Agosto de 2009 às 01:53
Soledade, lindo, lindo! O Português (a língua) muito bem tratado, vestido com o fato domingueiro que poucos sabem usar com naturalidade; os Portugueses (povo) muito bem retratados, sem pieguices nem louvores vãos.
Obrigado por tudo isto, boa amiga.
Um abraço.
Daniel


De sarrabal a 3 de Setembro de 2009 às 21:03
Sabe que fiquei vaidosa, Daniel? Comentário assim, vindo de quem vem, não é caso para menos. Mas não, não sou vaidosa. Faço o melhor que sei, dando aos outros o meu olhar vestido de palavras.

Beijinho!

Sol


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. 8 DE DEZEMBRO - NOSSA SEN...

. MEDITERRÂNICA

. SAUDADE

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO