Segunda-feira, 1 de Junho de 2009

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA / HISTORINHA - O GAFANHOTO, O SARDÃO E A RÃ

        

 
                                     
 
- Ora, então, seja bem aparecido. Isso é que foi dormir um sono bem dormido! – Cumprimenta o gafanhoto empoleirado na folhagem que enfeita o muro onde o sardão fez a toca.
- Viva, senhor Gafanhoto, prazer em vê-lo! Como tem passado? – Retribui o sardão, olhinho vivo, corpo a receber a quentura das pedras que lhe servem de casa. 
- Tenho passado bem, obrigado. A fazer pela vida, como posso…
Liberto do letargo em que esteve mergulhado durante os meses do Outono e do Inverno, o sardão, bicho de sangue frio, acorda nesta altura do ano. E como gosta de saber o que se passa à sua volta, pergunta, a mostrar, já fora da toca, a cor verde e azul das escamas do seu fato:
- E por aqui, senhor Gafanhoto, algumas novidades?
- As do costume. – Informa o insecto saltador. – Chegou a Primavera, como sabe. Agora, é viver com a Natureza em paz e amizade.
A rã intromete-se e coacha na beira do riacho:
- Gostei de ouvir, compadre. Assim é que é falar! – Diz ela. E logo, zombeteira, vestidinho verde: - É por isso que não deve chegar-se à boca do Sardão. Quem dormiu tantos meses de barriga vazia, deve acordar, certamente, com uma fome de respeito!
O sardão disfarça. Finge que não ouve. Mas a rã conhece-o de sobejo. E já tem visto a gula dos seus dentes…
Pouco à vontade, o gafanhoto dá um salto no ar:
- Lembrei-me agora de um encontro que marquei com um amigo meu noutro lugar. Adeusinho senhores, até mais ver!
E parte sem demoras. Um salto aqui, outro salto acolá, a pensar nas cautelas que um pobre gafanhoto é obrigado a ter. A rã, essa, dá um mergulho nas águas do riacho. Isso lhe basta para a fazer feliz. Quanto ao sardão…Bom, o sardão lá fica no seu posto. Contente consigo próprio e com o Mundo. Rabo comprido, as quatro patas espalmadas sobre o muro. A matar saudades do Sol que lhe sabe tão bem àquela hora cedinho da manhã.
 
Soledade Martinho Costa
  
 Do livro “Histórias que a Primavera me Contou”
Ed. Publicações Europa-América

 

publicado por sarrabal às 00:03
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De garatujando a 2 de Junho de 2009 às 06:40
Soledade
Desde a descrição dos usos, costumes e tradições da nossa gente, à poesia de muito mérito com que nos brinda; dos diversificados temas que aborda na sua fluente e agradável forma de escrever, aos rigorosos "retratos" que faz de conhecidas figuras publicas, é notável a versatilidade que se verifica na sua actividade literária.
As suas estórias para crianças, para além da narrativa em linguagem clara, directa e acessivel como convém aos leitores a que se destinam, têm evidente intenção pedagógica que lhes confere acrescido valor. Descreve de forma leve, sem dispensável ar professoral, o aspecto e as formas de cada um dos bichos protaganistas da estória, fala da ibernação de alguns deles, dos seus hábitos, dos lugares em que habitam, da forma como se comportam, e indica o nome dos sons que emitem (ex: o "coachar" da rã).
Estórias breves que são, para além do entretenimento, pequenas lição de zoologia de inegável mérito pedagógico. Sem palavras desnecessárias, naquele estilo escorreito de dizer muito em poucas palavras, que os seus leitores tão bem conhecem e apreciam.
Abraço amigo
Carlos ferreira


De sarrabal a 3 de Junho de 2009 às 01:31
Amigo Carlos:

Que poderei dizer depois de ter lido o seu comentário? Que fiquei feliz! Só uma pessoa interessada, conhecedora e sensível pode avaliar, da maneira como o meu amigo o fez, este texto destinado às crianças. Para elas escrevi vinte títulos, que continuam a andar por aí, em reedições e nos livros escolares. Gosto do real/maravilhoso. Opto também pela linguagem acessível às respectivas idades, ainda que, quase sempre, inclua uma ou outra palavra «difícil», de modo a que os mais pequenos possam enriquecer o seu vocabulário com palavras «novas». Depois, dar-lhes as «dicas» necessárias para aprenderm um pouco mais, ou seja, ensinar brincando. Escrever para a infância, ao contrário daquilo que por vezes se diz, não é fácil. Talvez pelo contrário.
No volume «Cartwheeling Over Books» («À Roda dos Livros») editado pela Secretaria de Estado da
Cultura, sou apontada como «uma autora que se tem especializado utilizando nos seus textos uma linguagem coloquial e fabulista». Concordo inteiramente. E, de vez em quando, lá coloco no Sarrabal uma historinha.
Há uns tempos atrás, uma professora de Lisboa deixou-me um comentário a informar que dois alunos seus tinham distinguido o Sarrabal, exactamente porque o conheciam. Por mim, faço o melhor que sei - principalmente quando escrevo para os leitores mais pequenos.

Para si, Carlos, o abraço afectuoso do costume.

Sol



De Eduardo a 2 de Junho de 2009 às 19:51
Ah se o gafanhoto não sai a saltar, por pouco aperitivo primaveril ia se tornar!

Abs do amigo do Brasil!

Edu

Obs. Ando praticando desenho e fazendo uma pós-graduação pela internet, os blogs estão saindo em camera lenta.


De sarrabal a 3 de Junho de 2009 às 01:53
Tens toda a razão, meu amigo do Brasil: «se o gafanhoto não sai a saltar», era uma vez um gafonhoto na boca de um sardão! Moral da história: é preciso ter atenção e algumas cautelas, porque nem tudo o que parece é!
Contente por ter notícias tuas Edu, muito contente. Continuas, então, com os teus desenhos, isto é, com a tua paixão. Manda notícias antes e depois de concluires a tua pós-graduação, combinado? Sim, reparei que a data do teu último post é de 1 de Março! Não achas que «está na hora do Raton aparecer»? (Por acaso até tem graça o título do post a denunciar a tua ausência).

Abraço amigo para ti aqui de Portugal.

Sol


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
15
16
17

20
21
22
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

. SANTO ANTÓNIO - AS MARCHA...

. CANTO DO VENTO

. ZECA AFONSO

. 23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL...

. DEDICATÓRIA

. SEMANA SANTA - O GALO DAS...

. CELEBRAÇÕES DA QUARESMA -...

. CALENDÁRIO - MARÇO

. CARNAVAL - A MÁSCARA

. TODOS OS LUGARES SÃO TEUS

. BOLO-REI - ORIGENS

. A VIAGEM DOS TRÊS REIS MA...

. FELIZ NATAL E BOM NOVO AN...

. OUTROS NATAIS

. UM OLHAR SOBRE A PAISAGEM...

. OUTRO MILAGRE

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Site Meter
blogs SAPO