Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

DIA DE SANTO AMARO - «O VARRER DOS ARMÁRIOS» NA ILHA DA MADEIRA

 Santo Amaro
 
Na ilha da Madeira celebra-se o dia de Santo Amaro (15 de Janeiro) de maneira particularmente festiva e cerimoniosa, colocando-se na mesa iguarias idênticas às do dia de Natal.
 
Casas tradicionais da ilha da Madeira.
 
Além de ser a data em que se desmancham os presépios ou lapinhas, decorre um pouco por toda a ilha da Madeira, no dia dedicado a Santo Amaro, um peculiar uso também ele alegre e festivo: «o varrer dos armários».
 
 
O ritual, recuperado em diversas localidades da ilha, varia, contudo, em relação à data da sua realização. Caso da Camacha, em que «o varrer dos armários», por tradição, tem lugar no dia de Santo Antão (17 de Janeiro), e de Câmara de Lobos, onde é celebrado no dia de São Sebastião (20 de Janeiro).
 
Aprender na escola a fazer a vassourinha e a pá.
 
Consiste a função em se juntarem nestes dias pequenos grupos de homens e mulheres – actualmente mais os jovens ligados a ranchos folclóricos e as crianças das escolas –, a fim de percorrerem as casas dos familiares, vizinhos e amigos (à semelhança dos «janeireiros» ou dos «reiseiros»), para entoar cânticos alusivos, acompanhados por bombos e violas.
 
Vassourinhas e pás nas mãos das crianças.
 
Munidos de uma vassourinha e de uma pá, para varrer os ditos, acontecendo que, por vezes, o fazem mesmo «para dar sorte», costumam (ou costumavam) levar uma saca destinada a arrecadar pequenas ofertas, geralmente bolos e doces.
 
A arte do vime, artesanato da Camacha.
 
Este costume serve, principalmente, para estreitar laços de boa vizinhança e de convívio, para se trocarem ditos e graças, sendo também motivo para se oferecer aos «vassoureiros» ou «varredores» (que em certas localidades continuam a apresentar-se mascarados), «a mesa posta com bolinhos e bebidas finas».
 

 

Festa de Santo Amaro, Camacha.
 
Na Camacha, a festa de Santo Antão, também designado ali por Santo António de Abade, começa na «igreja antiga», festivamente enfeitada com camélias, açucenas e verdura, como o alegra-campo. Há missa e procissão, seguindo-se no adro da igreja o «ofertório» com produtos da terra e animais. Logo depois, no próprio adro, é a vez dos «tocares e dos cantares tradicionais do varrer dos armários».
 
Lapinha de Natal, ilha da Madeira.
 
Os grupos começam então as suas visitas pelas casas, fazendo parte do preceito os anfitriões mostrarem aos visitantes as lapinhas, que são «desmanchadas nas casas após o santo Antão», enquanto os «vassoureiros», em troca, deixam nas casas «varridas» além das pagelas do santo, a vassoura ou a pá como presente, com a data do ano em curso.
 
Lapinha de Natal, ilha da Madeira.
 
«O varrer dos armários» é considerado como o prolongamento e encerramento das festas de Natal.
 
 
                          Rancho Folclórico da Casa do Povo da Camacha.
 
 
Canto tradicional dos «varredores» cantado no dia de Santo Amaro em diversas localidades da ilha da Madeira:
 
 

 

Vamos varrer a lapinha,
Deixai-nos entrar, Senhora,
Trazemos connosco a pá
E também uma vassoura.
 
Viemos de lá tão longe,
Do pé da terra dos alhos,
Trouxemos a vassourinha
Para varrer os armários.
 
Santo Amaro é bonito
É bonito não se o deixa
Para provarmos o vinho
Com cebolas de «escabecha».
 
Trazemos também connosco
Uma saca e uma pá.
Abra-nos a porta, Senhora,
Que queremos varrer já.
 
          
Soledade Martinho Costa
 
Do livro “Festas e Tradições Portuguesas”, Vol.I
Ed. Círculo de Leitores.
 
publicado por sarrabal às 01:47
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De garatujando a 14 de Janeiro de 2009 às 23:02
Minha querida Amiga Soledade
Hoje tive possibilidade de "dar mais uma voltinha" pelo seu blog.
Quero confessar-lhe que quanto mais conheço o SARRABAL, mais gosto dele.
É, primeiro que tudo, um blog são, comedido, sem os excessos e "ousadias" que se vêem em tantos outros blogs.
Há muita delicadeza nos seus escritos. E uma permanente e louvável intenção pedagógica.
Gostei particularmente do post "Meu amor" pelo poema do Rui Vasco Neto, que achei muito belo. Parabéns ao autor e agradecimentos à Soledade pela partilha.
Voltarei sempre que possa.
Abraço amigo
Carlos Ferreira


De sarrabal a 20 de Janeiro de 2009 às 22:33
Amigo Carlos Ferreira:
Sim, concordo consigo quando diz que o Sarrabal é «comedido, sem excessos e "ousadias"». Não sou apreciadora de blogs onde as pessoas, na maior parte dos casos salvaguardadas pelo anonimato, parecem ter duas identidades (dopis em um!). Com a sua verdadeira identidade, suspeito que não teriam coragem (ou o despudor) de escreverem aquilo que deixam nos posts. A intenção pedagógica é, também, uma das minhas metas. Vai da minha maneira de ser, de encarar os outros e a vida. Há quem diga que sou exigente. Talvez haja alguma verdade nisso. Mas, que fazer? Sou assim e escrevo assim. Agora que gostei quando me diz que «andou a dar mais uma voltinha pelo meu blog», isso gostei! Faça as visitas que quiser, será sempre um gosto.
Outro abraço amigo em troca.
Soledade Martinho Costa


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

. SANTO ANTÓNIO - AS MARCHA...

. CANTO DO VENTO

. ZECA AFONSO

. 23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL...

. DEDICATÓRIA

. SEMANA SANTA - O GALO DAS...

. CELEBRAÇÕES DA QUARESMA -...

. CALENDÁRIO - MARÇO

. CARNAVAL - A MÁSCARA

. TODOS OS LUGARES SÃO TEUS

. BOLO-REI - ORIGENS

. A VIAGEM DOS TRÊS REIS MA...

. FELIZ NATAL E BOM NOVO AN...

. OUTROS NATAIS

. UM OLHAR SOBRE A PAISAGEM...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO