Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - PADROEIRA DE PORTUGAL II

Nossa Senhora da Conceição, Igreja Matriz de Póvoa de Varzim.

 

As festividades à Virgem Maria terão surgido, inicialmente, no Oriente, nos finais do século VII ou inícios do século VIII, embora somente nos princípios do século XII a devoção se expanda progressiva e definitivamente por todo o mundo cristão – até aqui com as opiniões dos teólogos divididas entre o prodígio do Nascimento de Cristo e a Santificação da Bem-Aventurada Virgem Maria (defendida pelos dominicanos). A partir de 1310 o culto à Imaculada Conceição começa a ser largamente difundido nas dioceses portuguesas da Guarda, Lamego, Évora e Lisboa, com a adesão de Braga a verificar-se em 1325.
 
No Concílio de Basileia (1439) é então declarado que «a doutrina sobre a Imaculada Conceição era pia, muito conforme com o culto eclesiástico, com a fé católica, com a recta razão e a Sagrada Escritura, e que por isso devia ser aprovada, seguida, abraçada por todos os católicos».
 
Sisto IV proclama, por seu turno, que seja celebrada em todas as igrejas o Ofício e Missa da Puríssima Conceição, enquanto diversos papas (Paulo V, Gregório XIV, Alexandre VIII e Clemente IX, entre outros pontífices) exaltaram a remotíssima «devoção à pureza e santidade da Virgem Santíssima, concebida sem mácula do pecado original – a Filha do Eterno, a Mãe de Jesus, a Esposa e o Templo do Espírito Santo».
 
Feriado nacional e dia santo de guarda, a data de 8 de Dezembro constitui-se como um dia de festa religiosa, associada durante muitos anos à celebração mundial do Dia da Mãe, actualmente comemorado no primeiro domingo do mês de Maio.
 
Quanto ao acto da proclamação de Nossa Senhora da Conceição como padroeira de Portugal, efectuado com a maior solenidade pelo rei D. João IV a 25 de Março de 1646, alargou-se a todo o País, com o povo, à noite, a entoar cânticos de júbilo pelas ruas, para celebrar a Conceição imaculada da Virgem, ou, mais precisamente, a Maternidade Divina de Maria.
 
Assim se tornou Nossa Senhora a verdadeira Soberana de Portugal, não voltando por isso, desde aí, nenhum dos nossos reis a ostentar a coroa, direito que passou a pertencer apenas à Excelsa Rainha, Mãe de Deus.
 
 
Soledade Martinho Costa
 
 
Do livro “Festas e Tradições Portuguesas”, Vol. VIII
Ed. Círculo de Leitores
 
 
 
publicado por sarrabal às 01:15
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De garatujando a 9 de Dezembro de 2008 às 18:47
Senhora D.Soledade
Minha Senhora:

Em nome da nossa colaboradora Libânia Feiteira agradeço as generosas palavras que quis ter a bondade de deixar como comentário aos seus contos.
Quanto ao seu pedido acerca da imagem de Nossa Senhora da Conceição, informo que se encontra na igreja Matriz desta cidade, e é referida no livro ali existente, edição do Instituto de História e Arte Cristã / Arquidiocese de Braga.
A imagem data do século XVIII , é em madeira policromada e dourada (imitando o estufado), com 141 cm de altura e 54 de largura.

Há uma outra imagem da mesma Senhora na pequenina capela da fortaleza (Fortaleza Nossa Senhora da Conceição), existente nesta cidade, de que aquela Senhora é orago. É uma imagem de pequenas dimensões e pintada a cores diferentes daquela que acima se refere.

Aproveito o ensejo para a cumprimentar pelo seu Blog e pela pertinência dos temas que nele aborda.

Fico ao dispor da Senhora D.Soledade para o que possa ser útil.

Sou com estima

Carlos Ferreira
GARATUJANDO


De garatujando a 9 de Dezembro de 2008 às 18:50
Senhora D.Soledade
Minha Senhora:

Em nome da nossa colaboradora Libânia Feiteira agradeço as generosas palavras que quis ter a bondade de deixar como comentário aos seus contos.
Quanto ao seu pedido acerca da imagem de Nossa Senhora da Conceição, informo que se encontra na igreja Matriz desta cidade, e é referida no livro ali existente, edição do Instituto de História e Arte Cristã / Arquidiocese de Braga.
A imagem data do século XVIII , é em madeira policromada e dourada (imitando o estufado), com 141 cm de altura e 54 de largura.

Há uma outra imagem da mesma Senhora na pequenina capela da fortaleza (Fortaleza Nossa Senhora da Conceição), existente nesta cidade, de que aquela Senhora é orago. É uma imagem de pequenas dimensões e pintada a cores diferentes daquela que acima se refere.

Aproveito o ensejo para a cumprimentar pelo seu Blog e pela pertinência dos temas que nele aborda.

Fico ao dispor da Senhora D.Soledade para o que possa ser útil.

Sou com estima

Carlos Ferreira
GARATUJANDO



De sarrabal a 9 de Dezembro de 2008 às 19:30
Caro Carlos Ferreira:
As palavras que deixei no «Garatujando», em relação ao trabalho de Libânia, são mais do que justas. Quanto à informação, muito lhe agradeço. Vou completar a legenda. Agradeço também as suas gentis palavras a respeito do «Sarrabal».
Devo dizer-lhe que admiro, sinceramente o seu blog. Parece uma troca de amabilidades, mas não o é. Além de diversificado, com posts de muito interesse, tem belíssimas fotos. Só posso dar-lhe os parabéns por todo o trabalho apresentado.
Abraço grato de Soledade Martinho Costa


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. 8 DE DEZEMBRO - NOSSA SEN...

. MEDITERRÂNICA

. SAUDADE

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO