Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

COISAS DA TERESINHA - O ESPIRRO

                                                     

 

                                                    Atchim, um dos anõezinhos da Branca de Neve

 

 A Teresinha já aqui foi descrita com um retrato muito, mas muito favorável. Mas ainda não foi dito tudo.
Ela é, também, uma menina arrumada. Provavelmente, irá ter a desdita de se tornar numa daquelas «fadas» ou «escravas do lar».
O pó incomoda-a. A desarrumação incomoda-a. A cama por fazer incomoda-a. Por aí fora. E arruma. E limpa. O pior, é que gosta! Isso, preocupa-me – e preocupa a mãe.
Sim, é bonito ser-se «fada do lar». Mas quem repara? Quem se lembra de nos homenagear? De nos agradecer? São anos da nossa vida de aspirador ou máquina de limpeza em punho. De pano de pó na mão. A comprar todos os utensílios ditos óptimos, que a publicidade diz servir para a limpeza da casa. Como os «floor roller refil», os «swiffer» e quejandos. Não contando com os cuidados a ter com as plantas ornamentais e os arranjos de flores colocados, desveladamente, nesta e naquela jarra. Mais a transparência dos vidros das janelas, o toque sedoso dos parapeitos, a brancura das persianas, etc., etc., etc.
Acho que já basta nesta família duas «escravas do lar». Três são demais! E quem vai sofrer com essa «distinção» é a Teresinha.
Apesar de tudo, concordo que um lar cuidado, bonito, limpo, deslumbrante é coisa para nos fazer um grande bem ao ego. Para nos proporcionar a tranquilidade de podermos respirar e usufruir de um ambiente caseiro que nos acalma, de que gostamos, de que, afinal, nos orgulhamos. Isto de ser mulher tem destas coisas.
Não direi na generalidade. Hoje em dia as mentalidades e as prioridades mudaram. Ignoro se para melhor, se para pior. Os homens que se pronunciem. Embora saiba de alguns a quem o pó e a desarrumação da casa em nada os incomode. Mas, adiante.
Sim, porque a intenção desta crónica, era contar mais qualquer coisa sobre a Teresinha. Acrescentar ao seu «curriculum» mais uns pozinhos.
Pois é. Quando a Teresinha dá um espirro, costuma dizer: «Lá estou eu a «atchingar». Se calhar, já me constipei!»
E tal como diz que vai «mostrar-se ao espelho», sem haver a mais pequena esperança que venha a mudar a frase para «vou ver-me ao espelho», também o «atchingar», em vez de «espirrar» irá permanecer por tempo indeterminado. É o que parece.
Vendo o caso por outra perspectiva, o vulgar «Atchim», fica muito mais composto, muito mais «palavra», a enriquecer o vocabulário da Teresinha. E não deixa, afinal, de ser um neologismo! A Teresinha é que não sabe ainda o significado desta designação. Quando souber, vai ficar agradada. Tenho a certeza. Não é todos os dias que temos a facilidade – e a felicidade – de inventar palavras, em português, com sentido e oportunidade.
Um dia destes vou conversar com ela sobre a actual (?) polémica do «acordo ortográfico». Sem dúvida!

  

Soledade Martinho Costa

 

 

 

 

publicado por sarrabal às 12:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. MEDITERRÂNICA

. SAUDADE

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

. SANTO ANTÓNIO - AS MARCHA...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO