Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

UM OLHAR SOBRE A PAISAGEM : O CUCO

 
 
Tão maroto. Tão maroto, o cuco. E não se importa de ser criticado pela restante passarada! A ele basta-lhe a alegria de se saber lembrado. Por isso, quando uma voz lhe grita: «Cuco-Cuco! Cuco-Cuco!», o cuco responde logo ao chamado: «Cuco-Cuco! Cuco-Cuco!», todo apressado, como se estivesse a agradecer a quem o chama.
 
Mas queixam-se tanto dele os piscos, as petinhas dos lagos, os rouxinóis, os melros, as carriças…E têm razão para isso. Então, não sabem que o malandrote do cuco nunca faz o ninho? Pois não! Descobriu maneira de não ter trabalho, o maroto, e vá de pôr os ovos nos ninhos alheios. Tal e qual! Nos ninhos alheios, aproveitando a ausência dos legítimos donos. E sem sombra de vergonha, o atrevido. Tanto assim, que sempre que põe ovos faz o mesmo.
 
E esperto? Imaginem, que ao colocar o seu ovo no ninho dos outros, atira fora um dos ovos dos verdadeiros donos. Até lhe chamam “ave parasita”! Uma vergonha. Mas ele não se importa, como disse. Canta pelos campos com alegria desde a alvorada até ao pôr-do-sol.
 
Mas tem mais. Os filhotes do cuco desenvolvem-se tão depressa, que, em pouco tempo, ocupam todo o espaço do pequeno ninho. Ainda por cima, o cuco tem a mania de escolher o ninho das aves mais pequeninas. Como o da carriça, por exemplo… Ora, que faz o cuquito pequeno? Mauzinho, toca de empurrar os irmãos adoptivos do ninho abaixo, até ficar com o ninho só para ele. Se nasce primeiro, faz a mesma coisa. Trata logo de atirar fora todos os ovos. Que maldade tão grande!
 
E comilão? Não há outro. Come tanto, que rouba toda a comida aos verdadeiros filhos das aves que o alimentam. As pobres andam tão esfalfadas, coitaditas, que não dão conta do recado. E o cuquito pequeno sempre a pedir mais. Cada vez mais, o glutão! Mas faz a maroteira tão bem feita, o cuco, que os passaritos não se apercebem de que foram enganados. Nem quando chocam os ovos do cuco – bem maiores do que os seus –, nem quando alimentam os filhotes grandalhões e esfomeados do finório.
 
«Um maroto, a precisar de uma boa ensinadela!», pensa a águia-real ao ouvir o cucular do cuco. Mas com ela o cuco não se mete…
«Cuco-Cuco! Cuco-Cuco!». É a presença do Verão na voz do cuco. Enquanto o Outono não chega e ele não parte para as terras de África, em busca de calor.
 
Soledade Martinho Costa
 
                                                         Carriça
   
  Do livro “Histórias que o Verão me Contou”
(Ed. Publicações Europa-América)
 
publicado por sarrabal às 20:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

. SANTO ANTÓNIO - AS MARCHA...

. CANTO DO VENTO

. ZECA AFONSO

. 23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL...

. DEDICATÓRIA

. SEMANA SANTA - O GALO DAS...

. CELEBRAÇÕES DA QUARESMA -...

. CALENDÁRIO - MARÇO

. CARNAVAL - A MÁSCARA

. TODOS OS LUGARES SÃO TEUS

. BOLO-REI - ORIGENS

. A VIAGEM DOS TRÊS REIS MA...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO