Quinta-feira, 30 de Abril de 2015

FIAR A SOLIDÃO

Cegonha-Voando-1024x805.jpg

São a roca
E o fuso
Em tuas mãos
A tecerem o nome
À solidão
Que come o pão
Contigo
À tua mesa.
 
São a roca
E o fuso
Nos teus dedos
A tecerem o linho
Da tristeza.
 
Foram caminhos
Feitos de caruma
Foram rebanhos
Tocados por varinha
Foi a brasa do forno
A cozer broa
Foi o cheiro às estevas
No teu corpo.
 
Já nada se repete
Ou se adivinha
Já nada te consome
Ou te magoa.
 
Fiandeira
Dos dias que te sobram
Olhos postos
Aos pés do abandono.
 
Na tua cama o sono
Rés ao sonho
Sem que o Inverno traga
A Primavera
Quando as cegonhas partem
No Outono.
 
Soledade Martinho Costa
publicado por sarrabal às 01:35
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Abril de 2015

POEMA RENASCIDO

403431_282675445153695_2117969644_n.jpg 

Se Abril voltasse
A percorrer as ruas
E com ele na mão
Um cravo rubro
Os anseios que nascessem
Nesse dia
Trariam a certeza
De que os homens
Nem sempre procuram
A magia
Que faz dormir em paz
As consciências.

Se o outro Abril
Não passou de um sonho
Se respiramos hoje
Esta amargura
E os cravos se tornaram
Cor de bruma
A seara continua
A oferecer ao vento
O dourado do manto
E a formosura.

A murmurar, talvez
Que o Norte anda à deriva
Sem rota, sem leme ou timoneiro
Mas que resiste em nós.

A segredar ao coração
A tempo inteiro
É urgente ir em busca da bonança
E deixar que o Sol rompa o nevoeiro.

A fé não está perdida
É urgente ir em busca do poema
Que se fez canção
E fez bandeira
Em nossa voz
Agora adormecida
À espera de a ouvirmos
Renascida
Cantada noutro tom
Em vez primeira.

 

Soledade Martinho Costa

 

publicado por sarrabal às 21:06
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

EXCERTO

Cópia de Cópia de IMG_3191.jpg

«[...]. Por vezes (e não são poucas) falo com «os meus botões». Tem duas vantagens: ninguém me interrompe e ninguém me contradiz. Posso pensar em voz alta, quando acho que preciso de desabafar, queixar-me, resmungar, ou quando, por pequenas coisas, estou animada ou feliz. Ultimamente, são tão pequeninas as coisas que me fazem feliz. Acabei por compreender que as grandes coisas que nos podiam fazer felizes, se calhar nem existem. São bem capazes de existir apenas na nossa imaginação, à força de tanto as desejarmos. No anseio de demasiadamente as desejarmos. Com o passar dos anos habituamo-nos a que sejam cada vez mais raras essas ocasiões: as de felicidade plena. Quando jovens, os momentos de felicidade acontecem com muitíssima frequência. Frequência e naturalidade. A nossa estrada não está ainda percorrida e não há semáforos nem rotundas. É uma espécie de auto-estrada que se oferece à nossa frente, com pouco ou nenhum trânsito. Depois, com o passar dos anos, começam a delinear-se as curvas, as contracurvas, as lombas, os stops e outros sinais de trânsito, a avisar-nos do limite de velocidade, dos desvios, derrapagens e outros perigos vários. Quando me escuto sozinha, confesso que acho um pouco estranho ouvir o som da minha própria voz no silêncio da casa. Serei eu que falo de mim para mim ou o silêncio que vem falar comigo? E quantas vezes vem falar-me de vozes que não vou voltar a ouvir, de rostos e de gestos que não mais irão apagar-se da memória dos meus olhos. [...]»

 

Soledade Martinho Costa

Do livro «Uma Estátua no Meu Coração»

publicado por sarrabal às 18:30
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 11 de Abril de 2015

RIO EMIGRADO

 

28916_416536745100897_177939559_n.jpg

 

Sobre o líquen dos seixos

Patrício do rumorejo das alfarrobeiras

Um rio avança a solidão do nome.

 

Por entre o tojo

À transparência líquida do corpo

Sua pergunta corre:

 

Onde os olhos nas manhãs das minhas águas?

Onde as vozes nas margens do meu leito?

Respondei os mais não regressados

Quem rompe este silêncio?

 

E segue

Ao rés das rosas-albardeiras

Fantasma de mil segredos

Sem se saber lembrado

Longe

No coração dos homens.

 

Soledade Martinho Costa

Do livro «Poemas do Sol e da Cal»

 

publicado por sarrabal às 23:38
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Abril de 2015

«UMA ESTÁTUA NO MEU CORAÇÃO»

A quem interessar e como prometi, aqui fica a lista de algumas das livrarias onde está à venda o meu novo livro «UMA ESTÁTUA NO MEU CORAÇÃO»:

LISBOA:

El Corte Inglês
Livraria Barata
Livraria Leya Buchholz
Livraria Pó dos Livros
Livraria Ler Devagar
Bertrand – Chiado
Bertrand – Campo Pequeno
Bertrand – Av. de Roma
Bertrand – CC Amoreiras
Bertrand – CC Vasco da Gama
Bertrand – CC Colombo
Bertrand – CC Dolce Vita Monumental
Bertrand – CC Picoas Plaza

PORTO:

Bertrand – Shoping Cidade do Porto
Bertrand – CC Dolce Vita
Bertrand – NorteShoping (Matosinhos)
Bertrand – Marshoping (Matosinhos)
Livraria Porto Editora

ALGARVE:

Livraria Ideal – Tavira
Livraria Ria Formosa – Lagos

OUTRAS LIVRARIAS:

Livraria Papelíssimo – Alverca do Ribatejo
Bertrand – CC Loures Shoping
Bertrand – CC Dolce Vita Tejo Amadora
Bertrand – Cascais Shoping
Bertrand – Forum Sintra
Bertrand – Almada Forum
Bertrand – CC Dolce Vita – Coimbra
Bertrand – Aveiro Forum

OUTRAS LOCALIDADES:

Odivelas
Massamá
Mem Martins
Caldas da Rainha
Torres Vedras
Tomar
Peniche
Torres Novas
Setúbal
Montijo (Forum)
Beja
Serpa…

Seria exaustivo prolongar a lista, acrescida do nome das respectivas livrarias. Se interessar ou dúvidas houver, é só perguntar. Há outras livrarias em Lisboa, Porto, Coimbra, no Algarve e noutras localidades, onde está ainda a ser distribuído.
O livro encontra-se à venda on-line, pela Porto Editora Wook (Tel.: 22 608 83 12). Sei que estavam a enviar livros com porte pago. O que não sei é se esta campanha engloba as novidades.

Pela primeira vez faço publicidade a um livro meu. Até aqui, tem sido feita (e continuará a ser) pelas editoras. Simplesmente, tenho este blog (que fará no próximo mês de Julho oito anos) e estou no Facebook (duas vias de divulgação). Acabei por fazer aquilo que outros escritores costumam fazer também.

 

Soledade Martinho Costa

publicado por sarrabal às 17:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. CANTO DO VENTO

. ZECA AFONSO

. 23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL...

. DEDICATÓRIA

. SEMANA SANTA - O GALO DAS...

. CELEBRAÇÕES DA QUARESMA -...

. CALENDÁRIO - MARÇO

. CARNAVAL - A MÁSCARA

. TODOS OS LUGARES SÃO TEUS

. BOLO-REI - ORIGENS

. A VIAGEM DOS TRÊS REIS MA...

. FELIZ NATAL E BOM NOVO AN...

. OUTROS NATAIS

. UM OLHAR SOBRE A PAISAGEM...

. OUTRO MILAGRE

. «SEARINHAS» DE NATAL

. COMO SE FOSSE HERODES O M...

. NATAL - AS FOGUEIRAS DO M...

. CALENDÁRIO - DEZEMBRO

. VULTO DE UM PAÍS

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Site Meter
blogs SAPO