Terça-feira, 24 de Agosto de 2010

TRADIÇÕES - O TRAJO DE PAPEL - FOZ DO DOURO

 

 

Singular celebração em honra de São Bartolomeu, tem lugar na Foz do Douro (Porto), onde o santo continua a ser festejado, não apenas com o banho ritual na praia, mas também com o tradicional cortejo de São Bartolomeu – mais conhecido pelo Cortejo do Trajo de Papel.

    

O desfile percorre algumas das ruas da freguesia, com centenas de figurantes, onde as indumentárias de cada um são os famosos trajos em papel de diversas cores, num misto de criatividade, beleza e colorido. Executados com sabedoria, paciência e imaginação, os fatos representam o desejo de não deixar morrer a antiga praxe, mantida até hoje com o mesmo entusiasmo, alegria e empenhamento pelas gentes da Foz. A iniciativa e a realização dos festejos (ao que parece únicos no nosso País), cabem à Junta de Freguesia, conjuntamente com as várias associações e colectividades culturais e de recreio da Foz do Douro.

       

  

Os trajos de papel, que podem ser actuais ou terem por modelo épocas passadas, conforme o gosto e imaginação dos seus autores ou de quem os veste, representam a nota dominante deste inusitado cortejo. O desfile processa-se todos os anos, para terminar no banho colectivo dos participantes e do povo que se lhe junta – este ano na praia da Senhora da Luz. Desta peculiar maneira, o banho santo poderá significar uma oferta ritual, simbolizada nos belos trajos de papel às águas do mar, tendo por objectivo receber os favores de São Bartolomeu, isto é, a profilaxia redentora do banho milagroso que irá livrar de maleitas durante o ano inteiro. Cada uma das associações e colectividades de recreio poderá escolher, anualmente, um tema alusivo, a apresentar depois pelo grupo que a representa no respectivo desfile.

 

Passeio Alegre.

               

O cortejo, que inclui carros alegóricos, sai pela manhã do primeiro domingo mais perto do dia de São Bartolomeu, celebrado a 24 de Agosto (caso este não calhe a um domingo). Este ano a saída está prevista para a Rua do Passeio Alegre – embora noutros anos tenha sido escolhido o Castelo ou Forte de São João Baptista –, sempre com um número incontável de pessoas concentradas no local, acompanhado pela Banda Marcial da Foz, para finalizar no banho santo, com os fatos de papel a serem oferecidos às ondas. 

  

 

A origem da festa, considerada a mais original depois do São João no Porto, é anterior a 1869, sabendo-se que, por esses tempos, era costume acorrerem à Foz ranchos de romeiros para tomarem o banho santo redutor dos «endemoninhados» e profiláctico da epilepsia, da gaguez e do medo.

 

 

Em simultâneo efectua-se uma feira de artesanato (a incluir atribuição de prémios), com a duração de onze dias, a decorrer no Jardim do Passeio Alegre, para «incrementar o artesanato nacional», vendo-se algumas dezenas de artesãos vindos de todo o país, muitos deles a trabalhar ao vivo, embora o certame inclua algum artesanato internacional «sempre creditado pela sua qualidade». 

 

 Jardim do Passeio Alegre.

 

Os visitantes contam-se por milhares, não faltando a animação diurna e nocturna: teatro, música (orquestras, bandas filarmónicas e conjuntos musicais), folclore e desporto, a dar mais brilho e animação aos festejos. Realiza-se também uma missa solene celebrada na Igreja Matriz de São João Baptista.

                   

 

                                Nicho da frontaria da Igreja Matriz de São João Baptista

                                                    

 A crença popular no banho santo, essa continua a persistir entre as gentes da Foz do Douro, quando afirmam que «o banho no dia de São Bartolomeu vale por 24», ou que «têm de ser 7 os mergulhos por cada banho no mar». Não excluindo a ideia de que o número de banhos «deve ser 9» – a lembrar que desde sempre este número corresponde às novenas realizadas nas igrejas, a preceder as festividades litúrgicas.

Assentes em características supersticiosas, de devoção ou crença do povo, ainda hoje se acredita que o banho de mar tomado no dia 24 de Agosto «serve de cura e prevenção contra todo o mal», sendo o malefício do «Moço» (Demo) «exorcizado pela acção da água tornada miraculosa neste dia pela virtude de São Bartolomeu», com os banhos no mar a curarem «o corpo e a mente se forem tomados consoante o preceito» - a testemunhá-lo, lá estão os banhistas no «dia do diabo à solta».

 

 

De acordo com a tradição local e com as histórias que o povo tece, São Bartolomeu foi morto e deitado ao mar, aparecendo o seu corpo nas águas da Foz no dia 24. Daí, a tradição do banho e a veneração as santo, eleito padroeiro dos banheiros.

 

ORAÇÃO A SÃO BARTOLOMEU CONTRA OS MEDOS:

 

São Bartolomeu me disse

Que dormisse

E que velasse

E que nenhum medo tomasse

Nem da onda

Nem da sombra

Nem também do pesadelo

Ele tem a mão furada

E a unha recortada

Quatro cantos tem a casa

Quatro cantos tem o leito

Quatro anjos me acompanhem

Sempre dentro do meu peito.

 

Soledade Martinho Costa

 

 

Do livro «Festas e Tradições Portuguesas», Vol. VI

Ed. Círculo de Leitores

 

 

publicado por sarrabal às 00:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18
19
21

23
24
26
27
28
29

30


.posts recentes

. ZECA AFONSO

. 23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL...

. DEDICATÓRIA

. SEMANA SANTA - O GALO DAS...

. CELEBRAÇÕES DA QUARESMA -...

. CALENDÁRIO - MARÇO

. CARNAVAL - A MÁSCARA

. TODOS OS LUGARES SÃO TEUS

. BOLO-REI - ORIGENS

. A VIAGEM DOS TRÊS REIS MA...

. FELIZ NATAL E BOM NOVO AN...

. OUTROS NATAIS

. UM OLHAR SOBRE A PAISAGEM...

. OUTRO MILAGRE

. «SEARINHAS» DE NATAL

. COMO SE FOSSE HERODES O M...

. NATAL - AS FOGUEIRAS DO M...

. CALENDÁRIO - DEZEMBRO

. VULTO DE UM PAÍS

. POETAS

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

.links

.Contador

Site Meter
blogs SAPO