Segunda-feira, 22 de Março de 2010

TRADIÇÕES DA QUARESMA - PROCISSÃO DOS HOMENS e PROCISSÃO DOS NUS no LADOEIRO

Capela da Misericórdia     

                                         

Perde-se nos tempos esta tradição litúrgica efectuada na aldeia do Ladoeiro (Idanha-a-Nova), embora se admita a hipótese de remontar ao ano de 1581, data da fundação da Misericórdia local.
   
Capela da Misericórdia.
 
O ritual religioso tem início na primeira sexta-feira da Quaresma, prolongando-se pelas seguintes, à excepção da sexta-feira anterior ao Domingo de Ramos. Pelas vinte e uma horas (outrora à meia-noite), os irmãos da Misericórdia, velhos e novos, dirigem-se à capela da Misericórdia, onde vão buscar a Cruz de Cristo. Dali, partem em cortejo, acompanhados pelo pároco, cada um levando na mão uma vela acesa – símbolo da Luz de Cristo.
         
 Percorrem assim as ruas principais do lugar, encaminhando-se depois para a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Espectação, ao encontro dos irmãos da Confraria do Santíssimo Sacramento. O regresso à capela é feito em conjunto: os irmãos da Confraria à frente, os da Irmandade da Misericórdia seguindo atrás, vestidos com opas vermelhas.
 
Desde a saída e até o regresso ao ponto de partida (capela da Misericórdia), são rezados cinco «Mistérios», alusivos a outros tantos episódios da Paixão de Cristo. O padre caminha atrás da Cruz e do seu lado direito segue o provedor da Misericórdia. Tanto o tesoureiro como o secretário levam na mão uma vara «em alusão ao poder dos homens», dizem uns, «para aquietar, antigamente, os mais pequenos», dizem outros. Ainda hoje os rapazinhos acompanham os pais, alguns vestindo também opas vermelhas.
  
                    
A procissão demora cerca de uma hora a percorrer a aldeia, sendo o itinerário em forma de círculo. E faça frio ou a noite seja de chuva, o cerimonial, por tradição, nunca deixa de cumprir-se.
 
As mulheres, a quem era, em anos recuados, proibido em absoluto participar na cerimónia, acompanham hoje, embora a certa distância, o ritual religioso, enquanto outras preferem, como em tempos idos, ficar em casa, à porta ou à janela, com uma vela acesa na mão.
         
                   
                                                                    Fonte Grande
 
Ainda no Ladoeiro, tinha lugar outrora, a «Procissão dos Nus», que se efectuou pela última vez em 1900. Ocorria, principalmente, na Quaresma, ou quando era necessário pedir a ajuda divina perante calamidades: secas, chuvas, pragas ou, simplesmente, para solicitar benesses para as terras de cultivo.
 
Os pais das crianças (só os homens) juntavam então os filhos com idades compreendidas entre os dois e os sete anos, meninos e meninas, na igreja matriz, despiam-nos e percorriam com eles, em procissão nocturna, as ruas da aldeia. O choro começava no interior da igreja, após ter sido retirada a roupa às crianças. Choro que aumentava ao saírem para a rua. Causas óbvias: o inesperado da situação, o frio, a vergonha e o medo.
 
Pelas ruas, o choro das crianças impressionava aflitivamente quem o ouvia. Os pais, esses, acreditavam ser essa a forma de Deus os atender. Daí, oferecerem-Lhe o sacrifício dos filhos. Várias razões os obrigavam a fazê-lo: a pobreza, a sobrevivência, a ingenuidade, a ignorância. E se Deus no seu infinito amor às crianças atendia o pedido dos pais, era por saber que os homens, afinal, O conheciam tão pouco, ao exigirem tamanha penitência dos filhos.
 
Soledade Martinho Costa
    
                                                                          
 
Do livro «Festas e Tradições Portuguesas», Vol.III
Ed. Círculo de Leitores
 
publicado por sarrabal às 21:09
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Lena a 26 de Março de 2010 às 11:43
Olá Soledade!
Por acaso, também há uma lenda que fala de uma Romaria dos Seminus em Castelo Mendo. Tem a ver com a interessante lenda do Monstro e do Ermitão, conhece? Muito interessante mesmo.
Do Ladoeiro, só conhecia o Festival da Melancia, produto exemio da região.

Jocas gordas
Lena

Aproveito e deixo um convite: participe na Blogagem de Abril do blogue www.aldeiadaminhavida.blogspot.com. O tema é: “Páscoa na minha Aldeia”. Basta enviar um texto máximo 25 linhas e 1 foto para aminhaldeia@sapo.pt (+ título e link do respectivo blog) até dia 8 de Abril. Participe. Haverá boa convivência e possíveis prémios (veja mais dia 29/03 no blog da Aldeia)!

Boa Páscoa!


De sarrabal a 26 de Março de 2010 às 18:40
Olá, Lena!

Todos os vossos temas são interessantes. «Páscoa na minha aldeia», é outro, bastante aliciante. Mas, no que me diz respeito, seria desleal concorrer por duas razões. A primeira, porque não tenho aldeia; sou de Lisboa. A segunda, porque os textos que já escrevi sobre a Páscoa estão publicados na colecção «Festas e Tradições Portuguesas», além de os ir publicando aqui, no Sarrabal). Quase todos são longos e os posts que deixo no blog são já um resumo.

Fico satisfeita pelo seu sempre amável convite . E lá vou, fazendo uma visita ao seu blog, para estar a par do que por lá se vai passando. Grata também pela visita e feliz por lhe dar a conhecer algumas das tradições que se vão mantendo pelo nosso paìs.

Beijinho da Sol


De Ibel a 29 de Março de 2010 às 22:01
Fico sempre muito melancólica na época da quaresma. Há um Cristo que renasce num jardim das Oliveiras para ser entregue por Judas e que morre na cruz para salvar uma humanidade irremediavelmente doente. Para quê tanto sacrifício? Homem esplendoroso e único, merece que o relembremos no silêncio das nossas lágrimas .
Adoro estas tradições e a forma como as relata.
Beijinho, Sol.


De sarrabal a 30 de Março de 2010 às 19:43
«Para quê tanto sacrifício?», diz a Ibel. É uma verdade: os homens parece que nada aprenderam. Resta a esperança de que o mundo um dia seja melhor.

Beijinho da Sol


De António Romeiro a 8 de Julho de 2014 às 12:12
Bom dia,
Interessante, mas gostaria de saber, se possível, donde retirou a informação.
Obrigado pela atenção.

António Romeiro


De sarrabal a 3 de Setembro de 2014 às 12:57
As informações foram-me dadas por pessoas do Ladoeiro, por documentação fornecida pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e pelo pároco. Grata por ter gostado.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. 8 DE DEZEMBRO - NOSSA SEN...

. MEDITERRÂNICA

. SAUDADE

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO