Sexta-feira, 19 de Março de 2010

HISTÓRIAS DA TERESINHA - A ILHA VERDE

  
Era uma vez uma ilha verde. Verde, verde, verde, verde. Verde era a única cor existente naquela ilha. Tudo era verde: as flores, as árvores, os animais, a água, o chão, as pedras, a areia…Tudo. Até o ar era verde. Àquela ilha todos chamavam «ilha verde», mas tinham medo de lá entrar. A atmosfera húmida e misteriosa era arrepiante e não se sabia de onde vinha.
Um dia, uma mulher, fugindo à guerra no seu país, resolveu parar naquelas bandas. A mulher trazia um lenço enrolado ao peito onde trazia uma criança de três meses. Procurou então um tronco de árvore ou ervas altas. Acabou por encontrar um tronco de árvore macia onde deixou o seu filhote pequeno. De repente, os homens da guerra amarraram-na e puxaram-na para o seu barco. Esperneou, gritou, mordeu, arranhou, mas não se conseguiu libertar.
           
                      
  
À medida que os anos passaram a criança cresceu e tornou-se numa rapariga loira com uns olhos azuis tão brilhantes que o Sol escurecia de inveja quando a via. As lebres deram-lhe o nome de Eva.
Um dia, a sua mãe veio buscá-la para fugirem daquele país horrendo. Mas a menina amava a ilha verde mais do que nada e pediu à mãe para ficar. A mãe aceitou, pois se ficasse com Eva estava feliz. À medida que o tempo passou todos deixaram de ter medo da ilha e descobriram o porquê dos tantos verdes: aquele verde era devido à esperança que Deus colocara naquela ilha. E passou a chamar-se «ilha esperançosa».
 
Maria Teresa – 9 anos (texto não corrigido)
  
                        
            
publicado por sarrabal às 00:06
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Ibel a 20 de Março de 2010 às 11:35
Quando uma criança de nove anos tem sensibilidade para escrever um texto destes, sabendo já o peso das palavras, a importãncia da reiteração de muitas delas para adensar a carga semântica e estética do discurso, só pode ser o despontar de um grande escritor que se anuncia numa promessa de Eva em que tudo é ", verde, verde,verde".


De Ibel a 20 de Março de 2010 às 11:39
Talvez a Maria Rosalina esteja nessa ilha verde.

Beijinho, Sol, e obrigada pelas palavras de afecto que me ofereu no meu aniversário.


De sarrabal a 21 de Março de 2010 às 21:37
Talvez pelo ambiente que os tem rodeado, os meus netos desde que começaram a ler não deixam os livros. È uma benção! Depois, têm a vantagem de possuir livros autografados ou com dedicatórias, enviados por autores meus amigos. Primeiro os infantis, incluindo os meus próprios livros para crianças, depois os juvenis, onde se conta, entre outras, a colecção «Uma Aventura» da Ana Maria Magalhães e da Isabel Alçada. Mas há muitos, muitos outros livros que os têm interessado. Já com a minha filha aconteceu o mesmo: tem um livro com autógrafos valioso e muito pessoal. Por tudo isto não admira que os filhos, os meus netos, gostem de inventar histórias.
Na escola, tanto o Rafael como a irmã, a Teresa, são alunos brilhantes em português. Se vão seguir os meus passos ou não, só o destino o dirá. O avõ paterno também escrevia poemas,tendo publicado dois livros. No Sarrabal, publiquei alguns textos do Rafael, agora é a vez da Teresa. Eles gostam de ver as suas histórias aqui no blog. É importante para eles - e para mim...

Sim, quem sabe se algures, numa ilha verde, verde, a MR estará feliz ao ler as nossas palavras...

Beijinho, Ibel!

Sol


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. CALENDÁRIO - OUTUBRO

. 1 DE OUTUBRO - DIA MUNDIA...

. «O NOME DOS POEMAS»

. HISTORINHA - O MOCHO E A ...

. A CONTRACAPA DE «O NOME D...

. O MEU NOVO LIVRO «O NOME ...

. A VOZ DO VENTO CHAMA PELO...

. ALGUMA COISA ACONTECE

. HISTORINHA - A TOUPEIRA E...

. CALENDÁRIO - AGOSTO

. LEMBRAR AMÁLIA

. PARABÉNS SARRABAL - E VÃO...

. CERTEZA

. SÃO JOÃO - O SOL E AS PLA...

. PORTUGAL A ARDER - O FOGO...

. HISTORINHA - A ABELHA E O...

. ALGUÉM SE LEMBRA?

. SANTO ANTÓNIO - AS MARCHA...

. CANTO DO VENTO

. ZECA AFONSO

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.links

.Contador

conter12
blogs SAPO